Arquitetura · AutoCAD

ARQUITETURA :: PRINCIPAIS COMANDOS E ATALHOS DO AUTOCAD (parte 2)

…CONTINUAÇÃO

04

  • ÁREA (AA) 

Calcula a área e perímetro de áreas a indicar, temos algumas maneiras de utilizar a ferramenta. Sequência de execução:

  • Para uma área como um quarto, podemos ir clicando em cada canto do quarto e conforme vamos clicando uma área em verde vai sendo criada (essa área em verde corresponde a área que será calculada) e ao finalizar basta pressionar Enter e o valor da área e do perímetro é exibido na tela ou na linha de comando.

area-no-autocad-como-calcular-03

  • Outra opção é que ao invés de clicarmos nos cantos que correspondem a área podemos clicar em uma determinada geometria e o AutoCAD informa a área do objeto selecionado. Ative o comando area e digite O (ou selecione Object). Clique sobre a geometria e imediatamente o AutoCAD exibe a área e o perímetro.

area-no-autocad-como-calcular-04 (1)

  • DIST (DI)

 Calcula a distância entre dois pontos. Sequência de execução:

A) Digite DI <enter> B) Especifique o ponto inicial (P1) C) Especifique o ponto final (P2) D) Digite <enter>

*Nota: Será fornecido o comprimento da linha, as distâncias percorridas em X e Y e o ângulo de inclinação da linha.

0001-241593479
  • ZOOM (Z)

Permite o aumento ou a diminuição de determinadas áreas do desenho. Convém lembrar que as alterações ficam restritas somente à tela, mantendo-se inalteradas as dimensões dos elementos desenhados. Sequência de execução:

A) Digite Z <enter>

Quando ativado, esse comando permite vários tipos de zoom, que também podem ser encontrados clicando-se na flecha abaixo do desenho do botão. Os tipos que serão utilizados com mais frequência são:

tmp89fa122_thumb (1)

  • Zoom Window

Dá um zoom abrindo uma janela e o que esta dentro dela será ampliado. Com o botão de seleção clicamos o primeiro ponto, arrastamos o mouse e posteriormente um segundo ponto, que forma a outra aresta da janela;

  • Zoom Dynamic

Parecido como zoom window, o zoom Dynamic abre uma janela, que tem as dimensões x e y iguais à área de trabalho, ou seja, você pode ampliar ou reduzir com o zoom dynamic, e o que você selecionar vai aparecer exatamente na área de trabalho. Enquanto que no zoom window, isto já não acontece;

  • Zoom Scale

Para utilizar esse tipo de zoom precisa-se indicar uma escala, que deve ser informada no formato Nx ou Nxp (fator seguido de “x” ou fator seguido de “xp”). O primeiro, que será utilizado no Model Space, irá utilizar o fator para aumentar ou diminuir o zoom em relação à situação atual do desenho. Já o segundo, que será utilizado mais para o final do curso, servirá para aplicarmos escalas ao desenho final a ser plotado;

  • Zoom Center

O zoom center nos pede um ponto central, que será o ponto central da tela após o zoom. Logo após clicarmos na área gráfica o ponto central, este zoom nos pede uma magnificacão, que na verdade é uma escala em forma de um único numero. Se digitarmos um número superior ao mostrado no prompt de comando, o zoom diminui. Se digitarmos um número inferior ao mostrado no mostrado no prompt de comando o zoom aumenta;

  • Zoom In

Dá-se zoom de modo a entrar no desenho. O Zoom In dobra a visão do desenho na área gráfica;

  • Zoom Out

Dá um zoom de modo a sair do desenho. O zoom Out dobra a visão de distanciamento do desenho na área gráfica;

  • Zoom All

Dá-se um zoom em todo o desenho, contando que todo ele esteja dentro do Drawig Limits, senão ele só visualizará o drawing limits ativo;

  • Zoom Extents

Possibilita o enquadramento de toda a extensão do desenho na tela. Porém, como veremos mais adiante, existirá uma diferença quanto à situação dos objetos (Ligados, Desligados ou Congelados). No momento é importante lembrar que apenas objetos Ligados e Desligados serão enquadrados pelo Zoom Extents, os Congelados não.

  • PAN (P)

Utilizado para movimentar a tela livremente, bastando clicar e segurar o botão esquerdo do mouse na tela gráfica e movimentá-lo na direção desejada. Sequência de execução:

A) Digite P <enter>

Dica :: Este comando também pode ser ativado pressionando e segurando o botão “Scroll” do mouse.

  • REGEN (RE)

Regenera (atualiza) a Tela Gráfica. Sequência de execução:

A) Digite RE  <enter>

Dica :: Às vezes quando estamos usando o comando PAN para movimentarmos a Tela Gráfica, chega um momento em que o cursor “trava”, como se chegasse ao seu limite. O mesmo pode acontecer durante o uso do comando ZOOM REAL-TIME. Lembre-se, isto não é verdade, visto que os ambientes do AutoCAD são infinitos. Isto Ocorre devido a não-atualização da tela pelo computador. Para solucionarmos este problema, ou seja, para “abrirmos mais espaço”, basta executar o comando REGEN.

0001-241931577

  • BLOCK (B)

Um bloco é a combinação de um ou mais objetos de modo a criar um objeto único. Blocos são úteis quando é necessário reutilizar objetos no mesmo desenho ou em desenhos diferentes. Pode ser composto de objetos desenhados em layers diferentes com propriedade diferentes. Pode-se criar blocos associando objetos e atribuindo um nome aos mesmos. Sequência de execução:

A) Tecle ou digite B <enter> B) Digite um nome para o bloco no campo Name C) Clique no botão Pick Point e entre com o ponto de inserção do bloco. D) Clique em Select Objects e selecione os objetos que farão parte do bloco E) Pressione quando já estiver selecionado os objetos F) No campo Insert units, selecione Unitless G) Clique no botão OK.

6

  •  Criando e Inserindo Blocks

Name :: É o campo damos um nome para o block;

Base Point :: Identifica o porto de inserção do block através do botão Pick Point, que nos pede um ponto clicado na área gráfica (que podem ser um ponto de precisão), ou através dos campos X, Y, Z (no nosso caso X, Y) digitando-se os valores das coordenadas do ponto de inserção;

Objects :: Seleciona as entidades que farão parte do Block. Temos também a opção Retain, que mantém as entidades selecionadas como estão (sem alterar suas propriedades), Convert To Block, que converte as entidades selecionadas em um block e Delete, que apaga as entidades selecionadas após formar o block;

Insert Units :: Campo descritivo para especificar a unidade do block;

Description :: Campo para descrição sumária do block.

Outra forma de criar um bloco é SELECIONANDO o desenho – digite B <enter>, onde aparecerá a janela BLOCK INSERT, aí só seguir as dicas acima e clicar OK.

0001-241927631
  • Criando um novo estilo de Cota

Digite o comando DDIM, ou acesse pelo menu Suspenso do AutoCAD, “Dimension > Dimension Style”. Vai aparecer uma janela inicial como esta ao lado.

A primeira opção, você pode clicar no botão “New” caso queira criar um novo estilo.

A opção 2, manter selecionado o “Standard” na lista de “Styles” e altera-la pelo botão Modify.

Configura Cotas
Caso clique em “New” Vai aparecer uma janela ao lado, onde você deve:
1. Dar nome para o estilo de cota;
2. Manter o Standard Pré-selecionado;
3. Clicar em Continue…
Importante observar que se você não usar a opção “New…” da primeira janela, este passo será suprimido!

Criar nova Cota

Dica :: Você pode criar mais de um estilo de cota no desenho. Por exemplo, quando houver desenhos em diferentes escalas no mesmo projeto e quiser usar cotas com tamanhos de textos e outras configurações individuais para cada parte do projeto.

  • Configurando a cota criada

Após clicar no botão “Modify” da primeira janela (para modificar a cota Standard) ou ao clicar em “New” e na sequencia fornecer o nome da nova cota, vai aparecer a janela das configurações. Na sequencia vamos explicar apenas as abas que você deve usar para alterar os parâmetros da cota.

Importante: Estamos tomando como base que você está iniciando uma cota baseada na opção padrão do AutoCAD (Standard), ou que esteja modificando (Modify) a própria cota Standard.

Em todas as janelas, marque e coloque os valores sugeridos e marcados em amarelo na figura.

  • Altere na aba Lines:

1 – “Extend beyond dim lines”. É o quando as linhas de chamada passa acima da linha de cota.

2 – “Offset from Origin”. É a distancia entre o ponto que você clica para iniciar a cota até o inicio da linha de cota.

3* – “Extend beyond ticks”. Este ficará desabilitado de inicio, será possível altera-lo após configurar a aba “Symbols and Arrows” apresentada na sequencia. Então, após configurar o próximo passo volte neste campo e coloque o valor de 1.00

Configura Lines

  • Altere na aba Symbols an Arrows:

1 e 2 – Selecione o Architetural tick.

3 – Selecione o Architetural tick, ou escolha uma seta para Leader.

4 – Arrow size é o tamanho da seta. Indique o valor sugerido e marcado.

Após colocar os itens acima. volte na aba “Lines” e coloque em “Extend beyond ticks” o valor de 0.10

Configura Arrows

  • Altere na aba Text:

1 – Escolha um estilo de texto. Se quiser pode criar um novo.

2 – Text height é a altura do texto, é bom que seja escolhido em função da escala que o desenho será impresso. O valor sugerido 0.10 baseia em uma escala 1/50 onde o texto ficará com 2mm de altura. Caso não saiba como fazer isto, veja um outro tutorial: Estabelecer a altura do texto em função da escala.

3 – Local do texto na cota vertical, escolha “Above”, que é sobre a linha.

4 – Alinhamento do texto, escolha a opção indicada para o texto alinhar com a linha de cota.

5 – Offset from dim line, é a distancia entre a base do texto e a linha de cota. Colocamos como referencia a metade do valor fornecido na altura do texto.

Configura Text das Cotas

  • Altere na aba Fit:

1 -Deixe marcado o item “Draw dim line between ext lines”, faz com que a linha de cota seja desenhada mesmo quando a distancia da cota for curta e não couber o texto da cota com folga. Exemplo em cota de espessura de paredes. Nada mais precisa ser alterado nesta aba.

Eventualmente você pode marcar o item acima (place text manually) para colocar o texto de cotas manualmente em algum local, quando não couberem com folga entre as linhas de cota. O detalhe para esta opção é que vai precisar posicionar todos os textos, o que não seria problema já que de todo modo será o mesmo clique que você daria pra posicionar a linha de cota.

Configura Aba Fit

  •  Altere na aba Primary Units:

 1 – Altere o item “Precision” para 0.00, esta é a precisão das casas decimais nos valores de cotas. Duas casas é mais que suficiente e usado em desenhos de arquitetura.

Importante: Finalizada todas alterações. clique no botão “OK” para fechar, pois se clicar em “Cancel” perderá todas alterações feitas.

Configura unidades de medida da cota

As abas “Alternate Units” e “Tolerances” não precisam ser alteradas.

  • Alternate Units:

Com este campo ligado, podemos criar unidades alternativas que aparecerão no desenho. Por exemplo: se nossas cotas estão em metros, podemos fazer aparecer este mesmo valor em polegadas ou centímetros automaticamente. Este valor alternativo é mostrado entre colchetes.

  • Tolerance:

Neste campo podemos criar limites de tolerância da cota. Por exemplo: temos um valor de cota que é 10, e este varia entre +0.05 e –0.05 as. O valor superior seria +0.05 e o valor inferior a -0.05 e esse já apareceriam direto na cota quando ligados. O tamanho do texto de limite de tolerância é ajustado no campo VALUE.

Fonte :: http://www.aditivocad.com

 DD
  • Como tirar a frase “PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT”

Você está acabando o projeto vai dar um plot preview e: “PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT”, socorroooooo!!!
Não se desespere, na hora o susto é grande, mas para tirar essa frase é bem fácil.

 1 (1)
Primeiro :: Abrindo um arquivo do AutoCad Educacional, não tem muito o que fazer a não ser continuar;
Segundo :: Com o arquivo aberto vá em File > Save As > AutoCAD 2016 DXF.
Terceiro :: Depois de salvo feche o arquivo, vai aparecer uma janela perguntando se você quer salvar em DWG, clique “não”.
Quarto :: Abra o arquivo DXF que você acabou de criar e salve em cima do arquivo “corrompido”: PRONTO!
Quinto :: Pode dar Plot Preview, seu arquivo esta limpinho de novo!
  • Medidas padrão dos tamanhos de papel, na orientação paisagem, em milímetros.

    tamanhos-formatos-de-papel

    Dica :: O ideal é escolher o formato de acordo com cada projeto, de modo a obter melhor visualização e disposição do conteúdo na folha.

Então é isso gente! Tentei deixar o post mais completo possível, aos poucos, irei atualizando.

Lembrando que: esses NÃO são todos os comando existentes no AutoCAD, não apenas os principais, que utiliza-se no dia-a-dia!

Espero que auxilie e ajude!

PARTE 1 :: https://dicasarqfabi.wordpress.com/2016/05/18/comandosbasicosdoautocad/

Me acompanhe nas redes sociais ::

 nome

Anúncios

3 comentários em “ARQUITETURA :: PRINCIPAIS COMANDOS E ATALHOS DO AUTOCAD (parte 2)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s